Início » Fraturas » Fratura “oculta” do colo do rádio

Fratura “oculta” do colo do rádio

Hoje atendi um paciente que teve um acidente de bicicleta há 1 mês . Foi atendido num pronto-socorro de um bom hospital aqui em São Paulo . Relatou ao plantonista o trauma que sofrera em ambos os antebraços e cotovelos . Foi avaliado clinica e radiologicamente e não foram constatadas fraturas . Foi orientado a tomar medicamentos anti-inflamatórios e observar o quadro. Hoje queixava-se ainda de dor na região do cotovelo e dificuldade quando apoiava as mãos  para se levantar . Apesar da dor , seus movimentos do cotovelo e punho eram praticamente normais. Solicitei uma nova radiografia e constatei uma fratura na região do colo do rádio , próximo a extremidade superior deste osso na articulação do cotovelo . As radiografias iniciais e finais estão mostradas abaixo.

radiografia inicial

radiografia após 1 mês

Expliquei que após 1 mês não havia mais necessidade de imobilização , que o paciente devia evitar de se apoiar na mão e aguardar o final do processo de consolidação da fratura .Prescrevi também fisioterapia.

Em relação ao fato de não ter sido observada a fratura inicial , coloquei que isso realmente pode acontecer na ortopedia e traumatologia. Expliquei que, num primeiro momento , as fraturas podem passar desapercebidas , mesmo com uma radiografia de boa qualidade . Uma fratura sem desvio , imperceptível na sua fase mais precoce , pode sofrer um processo de reabsorção e sofrer um pequeno desvio , tornando-se visível numa avaliação radiográfica posterior .

Certamente que um médico experiente , diante de um quadro que envolva grande energia , diante de um quadro clínico de bastante dor mas sem deformidades , mesmo que a radiografia não mostre alterações , deve agir com cautela e orientar estas possibilidades ao paciente . Em caso de dúvidas , uma saída inteligente é imobilizar e pedir um retorno dentro de alguns dias para uma segunda observação .

Em alguns centros , também podem ser solicitados exames mais sofisticados  , como a ressonância magnética , que podem mostrar fraturas ou outras lesões que as radiografias não mostram .Mas estas tem que ser pedidas com sensatez e não de rotina .

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s