Fratura de stress

Como até o nome já diz , a fratura de stress acomete alguns ossos que são submetidos a uma sobrecarga excessiva .  O osso sofre um processo de microlesões ( microfraturas ) que geram um quadro doloroso e que limita a atividade física . O quadro de dor pode ser de intensidade variável ,dependendo do momento em que este processo for identificado.

Pode acometer soldados ( que marcham muitos quilômetros por dia ) , corredores amadores e profissionais , jogadores de futebol e basquete , ginastas e bailarinas ,  sendo mais frequente nos membros inferiores ( tíbia e metatarsos – ossos do pé ) , mas também pode ocorrer na coluna , na bacia e até nos membros superiores .

O diagnóstico é feito  pelo     médico, analisando a  atividade e intensidade praticadas pelo paciente . Alguns exames que confirmam o diagnóstico são a cintilografia óssea e/ou a ressonância magnética.

O tratamento envolve repouso , medicação , correção de posturas e deformidades ósseas , correção de treino (intensidade e gesto esportivo) , uso de palmilhas , gesso e até cirurgia .Isso dependerá de cada caso .

Anúncios