Início » Joelho » Mulheres tem mais chances de romper o ligamento cruzado anterior

Mulheres tem mais chances de romper o ligamento cruzado anterior

Vários trabalhos tem mostrado que as mulheres que praticam esportes têm mais chance de sofrer uma ruptura de ligamento cruzado anterior do joelho , quando comparado com  os homens .

E outros estudos têm sido feitos para investigar as lesões de  LCA em atletas mulheres , tentando esclarecer as razões deste fato  . O que é bem conhecido é que , em esportes que colocam uma demanda significativa noLCA , como basquete, futebol  e outros, lesões do LCA são até dez vezes mais comuns em mulheres do que em homens.

As teorias mais aceitas são :

As diferenças anatômicas
Há muitas diferenças anatômicas entre homens e mulheres, incluindo largura da pelve,  o ângulo Q do joelho  , o tamanho da LCA , e o tamanho do intercôndilo (onde a LCA cruza a articulação do joelho).  Estes fatores colocam o LCA em risco , aumentado a sua chance de romper .

  
Diferenças Biomecânicas 
A estabilidade do joelho é dependente de diferentes fatores : estáticos e dinâmicos.  Os estabilizadores estáticos são os principais ligamentos do joelho, incluindo o LCA . Os estabilizadores dinâmicos do joelho são os músculos e tendões que circundam a articulação. É sabido que as mulheres tem uma flexibilidade maior  do que os homens e uma força muscular menor .  Estes fatores dinâmicos contribuem para sobrecarregar o LCA  , predispondo assim a sua ruptura.

Diante desta constatação , maior cuidado devemos ter com as mulheres atletas e podemos fazer uma pergunta aos ortopedistas :

As mulheres devem fazer alguma coisa para evitar lesões do LCA?

Programas de treinamento neuromuscular podem diminuir o risco de lesão do LCA em atletas do sexo feminino.  Esses programas ensinam os músculos das atletas a melhor controlar a estabilidade de suas articulações. Estudos têm mostrado que as mulheres que executam esses programas de treinamento neuromuscular têm o risco de lesões do LCA reduzido para o mesmo risco de os homens ( uma redução bastante acentuada ) .

Fontes:

“Slauterbeck J, et al.” lesões do LCA em mulheres: Por que a disparidade de gênero e como podemos reduzi-la? 

Griffin LY, et al. “ lesão do Ligamento Cruzado Anterior: Fatores de Risco e Estratégias de Prevenção “J. Am. Acad. Orto. Surg, Maio / Junho de 2000; 8: 141-150..

Hewett TE, et al. ” O efeito do treinamento neuromuscular sobre a incidência de lesão no joelho em atletas do sexo feminino:. Estudo prospectivo “ Am J Sports Med 1999; 27:699-706.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s