Tag: ligamento cruzado em crianças

Lesão do ligamento cruzado anterior (LCA) em crianças – podemos operar ?

Uma  criança pode se submeter  a cirurgia do LCA?
A cirurgia de reconstrução do lca é o tratamento padrão para os jovens e pessoas ativas que tem uma ruptura traumática do LCA . Mas o que acontece quando essa pessoa é uma criança? A cirurgia de LCA deve ser adiada até a criança ficar  mais velha ou a reconstrução do LCA deve ser realizada antes da maturidade esquelética?

Tradicionalmente, quando uma criança machucava o ligamento cruzado anterior (LCA), um importarte estabilizador do joelho, os cirurgiões eram relutantes em operar e reconstruir o ligamento imediatamente por medo de danificar a placa de crescimento. A preocupação era que, antes de a criança ter alcançado a maturidade esquelética (cerca de 12-13 anos nas meninas ou 14-15 anos nos meninos), este tipo de cirurgia apresentaria um risco de lesão da placa de crescimento. E uma lesão na placa de crescimento poderia levar a uma deformidade angular ou a uma discrepância de comprimento nos membros inferiores . No entanto, pesquisas recentes mostram que o risco de problemas na placa de crescimento é muito menor que o risco de deixar um joelho instável sem ligamento cruzado .

As placas de crescimento são a parte responsável dos ossos das crianças  pelo crescimento em comprimento. Estas placas estão localizadas nas extremidades dos ossos longos e , particularmente nos membros inferiores , boa parte do crescimento se deve ‘as placas do fêmur distal e tíbia proximal , conforme figura abaixo.

Quando realizamos a cirurgia para reconstrução de lca , confeccionamos túneis ósseos na tíbia e no fêmur para colocarmos  um enxerto que substituirá o lca. Na criança, estes túneis , por cruzarem a placas de crescimento  , poderiam , em tese , danificá-las e poderiam então levar a problemas de crescimento.

Dois fatores tem levado os ortopedista a recomendar  a cirurgia de LCA mais cedo, mesmo em crianças.

Primeiro : pesquisas mostram que um joelho sem lca está sujeito a novos entorses e consequentemente  sujeito a grande chance de lesão dos meniscos e da cartilagem . E estas lesões num paciente jovem são muito problemáticas e tem uma evolução ruim , levando a um desgaste precoce do joelho . O risco de termos um joelho com muitas lesões é maior do que o termos um problema na placa de crescimento quando operamos estes pacientes .

Em segundo lugar, há modificações da cirurgia de lca  tradicional que permitem que a placa de crescimento seja  minimamente afetada em crianças. Além disso, seu médico pode recomendar um determinado tipo de enxerto para ajudar a minimizar a chance de lesão da placa de crescimento quando o tratamento cirúrgico é indicado . Portanto, os cirurgiões  estão recomendando mais a cirurgia de LCA mais cedo, mesmo em crianças.