Uncategorized

Luxação do ombro – exame físico

Hoje atendi um paciente com histórico de luxação do ombro.
Foi operado (artroscopia) por um outro ortopedista há 7 anos, com bom resultado inicial mas relatou que ultimamente tem tido dor em alguns movimentos e sensação de instabilidade (subluxação).
Inicialmente fiz alguns testes físicos para entender como está funcionando a  sua articulação. O vídeo é interessante e vale a pena ver.
Solicitei também alguns exames de imagem para completar o estudo e determinar o tratamento final.
#luxação #ombro #artroscopia
#instabilidade #ortopedia #medicina esportiva

Joelho · Medicina Esportiva · Ortopedia Geral

Anatomia e basquete

Gosta de basquete? Gosta de medicina ? Gosta de esporte? Gosta de ortopedia ? Este livro é maravilhoso , cheio de ilustrações que mostram exercícios físicos para melhorar seu desempenho na quadra, evitar lesões ou lhe ajudar numa reabilitação. Serve também apenas para contemplar a fantástica máquina humana!
Dentro deste contexto, acabei de assistir ao documentário Arremesso Final ( The Last Dance) na Netflix, que mostra a trajetória de Michael Jordan e do hexacampeonato do Chicago Bulls. No início da carreira, Michael já era habilidade pura. Mas ainda era um pouco franzino. Para conquistar tudo o que conquistou, logo percebeu que era necessário muito músculo e caprichou na malhação! Um dos autores deste livro é o médico do time do Chicago Bulls.
Abaixo algumas imagens do livro , com o grupo muscular que é trabalhado em determinado exercício e com o gesto esportivo correspondente .

Coluna · Joelho · Medicina Esportiva · Ortopedia Geral

Retorno ao futebol após a pandemia

Após uma longa espera , as atividades físicas devem ser retomadas nas próximas semanas , de acordo com as autoridades de saúde .

Pensando em voltar a jogar o seu futebolzinho depois de meses parado? Vá com calma!

Muita gente perdeu massa muscular , outros engordaram um pouquinho , a capacidade cardiovascular deve estar alterada , bem como os reflexos e a flexibilidade articular . Assim , volte devagar para diminuir a chance de lesões musculares e articulares . Além disso , veja que a Fifa tem um programa de exercícios, chamado Fifa 11 + , que reduz em mais de 30% a chance de lesões no futebol .
A melhor forma de tratar é atráves da prevenção !!!
O poster abaixo mostra resumidamente os exercícios indicados neste programa e logo depois deixei um vídeo bem feito para te guiar .
Uma boa academia ou pilates podem ser alternativas interessantes também .
Se você já tiver algum histórico ortopédico , redobre os cuidados e boa sorte .
Medicina Esportiva · Ombro e Cotovelo · Ortopedia Geral

Nice de novo , de novo legal ( nice again ) !

No começo do mês voltei à encantadora cidade de Nice , na maravilhosa região sul da França , para participar do congresso Nice Shoulder Course , do professor Pascal Boileau.

Estive lá dois anos atrás e novamente este ano tive a oportunidade de atualizar os conhecimentos na área de cirurgia do ombro . Com a participação de mais de 900 congressistas de 61 países  , o congresso reuniu os grandes nomes desta área da Ortopedia . Assuntos comuns do dia-a-dia e também casos mais raros foram colocados em discussão , aumentando assim nosso horizonte e permitindo uma abordagem mais racional para nossos pacientes .

A cirurgia de ombro da França tem uma tradição e vanguarda no cenário mundial e , com a simpatia , dedicação e trabalho árduo da equipe do Dr. Pascal , tem me ajudado a entender  e tratar melhor as patologias do ombro .

Jpeg

 

nice certificado

Joelho · Medicina Esportiva · Ortopedia Geral

Subir escadas é um bom exercício para os joelhos e para o corpo ?

Recentemente , meu irmão , que mora no décimo-sexto andar de um prédio ,  relatou-me  que começou a subir pelas escadas até o seu apartamento  , complementando seu treinamento físico . Ele tem 43 anos, pratica corrida ,  natação , musculação , tem a supervisão de um treinador pessoal ( personal ) e está com o peso ideal . Enfim , é  um adulto saudável e nunca teve nenhuma queixa ortopédica , nenhuma dor ou lesão nos joelhos . Imediatamente comentei que , como ortopedista , não recomendava que continuasse a tal prática , porque poderia prejudicar futuramente seus joelhos. Ele aceitou  esta dica  .

Assim como ele , também recebo pacientes que dizem fazer esta atividade com frequência. Muitos deles são sedentários , estão acima do peso e “aproveitam” esta necessidade de subir as escadas para fazer pelo menos um exercício no dia . Calculam que estarão queimando algumas calorias e fortalecendo seus músculos .

Certamente que o  subir escadas ajuda a gastar calorias , como qualquer outra atividade que move o nosso corpo . Certamente que também solicita a musculatura das panturrilhas , das coxas , dos glúteos  , do coração . Existem máquinas modernas que simulam este movimento . O exercício de step das academias , com aulas movimentadas e músicas , também se assemelha a esta atividade. Professores de educação física destacam algumas vantagens para o condicionamento muscular e cardiovascular para esta atividade .

Mas ocorre que  a pressão exercida na articulação do joelho , mais precisamente na cartilagem da patela e do fêmur ( região patelo-femoral , região anterior do joelho  ) é muito grande quando executamos o subir  e descer escadas , assim como quando agachamos por longos períodos. Se a musculatura dos membros inferiores for forte e a pessoa estiver habituada a fazer exercícios , a sobrecarga deverá ser menor e um possível  dano a cartilagem  idem . Agora , pessoas não acostumadas a fazer exercícios com regularidade ( e músculos mais fracos ) , pessoas com sobrepeso , pessoas com histórico de dor no joelho , pessoas com diagnósticos de lesão da cartilagem ( lesão condral , condropatia ou condromalacea são sinônimos ) , devem evitar esta atividade , caso contrário podem  desenvolver ou piorar problemas nos joelhos .

Além disso , muitas vezes a pessoa está carregando uma mala ou mochila , usando um calçado inadequado , o que pode sobrecarregar a coluna ou os pés . Assim , de uma forma geral , eu desaconselho meus pacientes a realizar esta atividade com frequência . É lógico , para subir um ou dois andares , para poucos degraus , não vejo problema nenhum e até incentivo a movimentação  ativa . Mas atividades como aquela corrida de escadas que existe em Nova Iorque , subindo o Empire State Building , isto é uma fanfarronice ou caso primeiro para psiquiatria ! E depois , para Ortopedia !